top of page
  • CyberX

Principais Normas de Segurança Cibernética

Atualizado: 14 de set. de 2023

A segurança cibernética é a linha de frente da proteção digital em um mundo onde informações particulares e infraestruturas críticas estão constantemente em risco. Normas de segurança cibernética são diretrizes e melhores práticas estabelecidas para garantir a confidencialidade, integridade e disponibilidade dos dados e sistemas. À medida que os ciberataques se tornam mais sofisticados e frequentes, a adoção e o cumprimento dessas normas são primordiais na resiliência digital.


Principais Normas de Segurança Cibernética


As normas de segurança cibernética ajudam na proteção de sistemas de informação e redes contra as ameaças digitais. Existem várias amplamente reconhecidas que abordam diferentes aspectos da segurança. Aqui estão algumas das principais:

ISO 27001: Norma internacional que estabelece os requisitos para um Sistema de Gestão de Segurança da Informação (SGSI). Ela fornece um conjunto abrangente de controles e práticas no gerenciamento da segurança da informação em uma empresa.


CIS Controls: Os 20 Controles Críticos de Segurança da Center for Internet Security (CIS) concedem uma lista de práticas para o aprimoramento da segurança cibernética. É envolvida uma ampla gama de áreas, desde a gestão de ativos até a proteção contra malware.


GDPR: O Regulamento Geral de Proteção de Dados (GDPR) é uma regulamentação europeia que determina regras para a proteção de dados pessoais. Embora não seja especificamente uma norma de segurança cibernética, requisitos rigorosos são impostos para o tratamento e a proteção de dados, incluindo medidas de segurança.


NIST Cybersecurity Framework: Desenvolvido pelo National Institute of Standards and Technology (NIST) dos Estados Unidos, este framework oferece diretrizes para melhorar a resiliência cibernética de uma empresa. É concentrado em cinco áreas fundamentais: identificar, proteger, detectar, responder e recuperar.


PCI DSS: O Padrão de Segurança de Dados da Indústria de Cartões de Pagamento (PCI DSS) é um agrupamento de requisitos de segurança para organizações que lidam com informações de cartões de pagamento. Ele visa proteger os dados do titular do cartão e é adotado pela indústria de pagamentos.

HIPAA: A Lei de Portabilidade e Responsabilidade de Seguro de Saúde (HIPAA) nos Estados Unidos estipula padrões de segurança para a salvaguarda das informações relacionadas a saúde pessoal (PHI). Esses padrões incluem requisitos de segurança cibernética para organizações de saúde.


COBIT: O COBIT (Control Objectives for Information and Related Technologies) é um framework que ajuda as organizações a desenvolver e implementar controles eficazes de TI, incluindo controles de segurança cibernética.


ANSI/ISA-62443: Esta norma se concentra na segurança cibernética industrial, fornecendo diretrizes para proteger sistemas de controle industrial (ICS) e redes em setores como energia, manufatura e infraestrutura crítica.


A escolha da norma a ser seguida depende do setor, das regulamentações aplicáveis e dos objetivos específicos de segurança de cada organização. Muitas vezes, essas organizações combinam várias normas e frameworks na criação de um programa de segurança cibernética abrangente e adaptado às suas necessidades.


Por fim, conforme avançamos na era digital, é contundente que organizações e indivíduos considerem a adoção das principais normas de segurança cibernética como uma prioridade. A cibersegurança é uma responsabilidade compartilhada, e a conformidade com as normas estabelecidas pode ser a diferença entre a segurança e o comprometimento dos dados. Portanto, é hora de executar medidas concretas para preservar sistemas, dados e identidades online, aderindo a essas normas e investindo na segurança cibernética.


Você já conhecia essas normas/regulamentos? Sua empresa já segue alguma?

58 visualizações

Comments


bottom of page