top of page
  • CyberX

Ransomware: uma ameaça invisível

Ransomware é um tipo de software malicioso que sequestra dados de computadores e sistemas de informação, exigindo o pagamento de um resgate em troca da liberação dos ficheiros. É uma das maiores ameaças cibernéticas enfrentadas pelas empresas atualmente e tem se tornado cada vez mais comum, com ataques bem-sucedidos.


Os ataques de ransomware geralmente começam com um e-mail de phishing que contêm um link ou um anexo com vírus. Quando o utilizador clica neste link ou no anexo, o ransomware é instalado no computador, bloqueando o acesso aos ficheiros e solicitando o pagamento de um resgate em troca da chave de descriptografia.


Esses ataques podem ser devastadores, já que as empresas dependem dos seus dados para realizar as atividades diárias e portanto, podem ser paralisadas completamente. Os dados são criptografados, tornando-os inacessíveis, e as operações são interrompidas. Além disso, os hackers ordenam que o resgate seja feito por meio do pagamento em bitcoin ou outra criptomoeda. O resultado pode ser a perda de receita, danos à reputação da empresa e até mesmo a sua falência.

Exemplo de Ransomware

Os ataques de ransomware são uma ameaça séria para indivíduos e organizações, e a melhor maneira de ajudar e a minimizar os efeitos é adotar práticas robustas de segurança. São elas:

  • Faça backup regularmente dos ficheiros que não podem ser perdidos, mantendo as cópias em locais seguros e desconectados da rede. Com isso, possibilita que a recuperação dos dados seja eficaz em casos de ataque.

  • Realize frequentemente treinamentos de conscientização de segurança cibernética para os funcionários.

  • Mantenha o software de segurança em constante atualização, incluindo o antivírus e os programas de firewall. Os criminosos virtuais geralmente exploram vulnerabilidades em softwares desatualizados.

  • Limite o acesso a informações confidenciais somente aos funcionários que precisam delas para a realização de suas funções.

  • Use uma rede VPN confiável ao se conectar a redes públicas de Wi-Fi. Isso garantirá que as informações sejam criptografadas e protegidas contra interceptação.

  • Esteja sempre informado sobre as ameaças de segurança cibernética e fique em alerta para sinais de atividade maliciosa no seu computador, smartphone ou tablet.

  • Configure filtros de e-mail para o bloqueio de mensagens de phishing e spam.

  • Não abra e-mails suspeitos ou de remetentes desconhecidos, pois tendem a ser usados para distribuir malware, incluindo ransomware.

Além disso, é importante que as empresas tenham um plano de resposta a incidentes para lidar com o ransomware, caso ocorra um ataque. Esse plano deve incluir procedimentos de backup e recuperação de dados, isolamento da rede afetada e comunicação com as partes interessadas, garantindo a continuidade dos negócios.


Por fim, a ameaça do ransomware está em constante evolução e por ser um grave problema cibernético, gera um impacto significativo em indivíduos e empresas. Contra esse tipo de ataque então, a melhor defesa é uma estratégia abrangente de segurança como:

  • Backups regulares;

  • Educação dos utilizadores;

  • Detecção e resposta proativa;

  • Postura de resiliência cibernética.

Embora o pagamento de resgate pareça a opção mais fácil nos ataques de ransomware, isso só serve para incentivar os hackers a continuarem suas atividades. As empresas devem resistir à tentação de realizar tais pagamentos, e buscar outras alternativas para que dados e sistemas consigam ser restaurados.


Gostou do nosso post? Fiquem ligad@s para mais notícias em breve!

2 visualizações

Posts recentes

Ver tudo

Comments


bottom of page