top of page
  • CyberX

O que é spyware e como se proteger

À medida que a tecnologia avança, também cresce o número de ameaças virtuais às quais estamos expostos. O spyware é uma dessas ameaças persistentes que se esconde nos cantos obscuros da internet, aguardando a oportunidade de se infiltrar em nossos dispositivos e violar nossa privacidade.


Conceito de Spyware


Spyware é um tipo de software malicioso projetado para se infiltrar em um dispositivo, como um computador, smartphone ou tablet, sem o conhecimento ou consentimento do usuário, a fim de coletar informações pessoais e monitorar suas atividades. O termo "spyware" deriva de "spy" (espião), indicando a natureza furtiva e de vigilância desse tipo de programa.

O spyware pode ser disseminado de várias maneiras, como:

  • Por meio de downloads de arquivos infectados;

  • Anexos de e-mail maliciosos;

  • Instalação de programas gratuitos;

  • Visitas à sites comprometidos.

Assim que se instala no dispositivo, o spyware começa a coletar informações, como histórico de navegação, senhas, detalhes bancários, mensagens, informações de localização e outros dados pessoais.


Objetivos do Spyware


O spyware possui objetivos específicos que são prejudiciais aos usuários e suas informações pessoais. Os principais são:

  1. Coleta de informações pessoais: O spyware é planejado para coletar tudo o que for confidencial dos usuários, que são senhas, além de dados pessoais e bancários. Essas informações são usadas para roubo de identidade, fraude financeira e outros crimes cibernéticos.

  2. Instalação de outros malware: O spyware muitas vezes serve como uma porta de entrada para outros tipos de malware, como vírus, worms e cavalos de Troia. Com o spyware presente no sistema, ele pode abrir caminho para a instalação de outros programas maliciosos que causam danos adicionais ao computador ou dispositivo.

  3. Redirecionamento de tráfego da web: Alguns tipos de spyware podem alterar as configurações do navegador e redirecionar o tráfego da web para sites falsos ou para exibir anúncios indesejados. Isso leva a uma experiência de navegação comprometida, além de expor o usuário a mais ameaças de segurança.

  4. Monitoramento das atividades do usuário: O spyware pode monitorar e registrar todas as atividades realizadas pelo usuário no computador ou dispositivo infectado, incluindo histórico de navegação na web, conversas de bate-papo, e-mails e outros dados pessoais. Essas informações são usadas para espionagem, chantagem ou para direcionar anúncios indesejados.

  5. Geração de lucro: Muitos spywares são desenvolvidos com o objetivo de gerar lucro para os seus criadores. É feito através da exibição de anúncios intrusivos, venda de informações pessoais para terceiros, ou mesmo exigindo resgate para liberar o sistema de uma infecção.

No geral, os objetivos de um spyware variam de acordo com o desenvolvedor e o propósito para o qual foi criado, tendo como mais importante, obter informações particulares do usuário, com o intuito de benefício próprio ou de terceiros.


Sinais de Infecção


Aqui estão alguns sinais comuns de infecção por spyware:

  • Desempenho do sistema: Os spywares consomem recursos do sistema, como lentidão, atrasos e travamentos frequentes no dispositivo. Isso ocasiona uma diminuição significativa no desempenho.

  • Redirecionamento de páginas da web: Um spyware tende a controlar as atividades de navegação se o seu navegador começar a redirecionar para sites desconhecidos ou não solicitados.

  • Alterações nas configurações do navegador: Spywares podem modificar as configurações do navegador, como a página inicial, mecanismo de pesquisa padrão ou adicionar barras de ferramentas indesejadas.

  • Problemas de segurança: O spyware compromete a segurança do seu dispositivo, permitindo a entrada a outros tipos de malware e o acesso não autorizado a suas informações pessoais. É feito através de alertas de segurança ou atividades suspeitas.

  • Uso excessivo de dados ou consumo de largura de banda: O spyware envia informações para servidores remotos, o que resulta a um aumento repentino e significativo no uso de dados ou consumo de largura de banda.

  • Programas desconhecidos ou suspeitos: É possível a instalação de um spyware caso seja encontrado novos programas instalados no dispositivo sem a autorização do usuário ou se programas existentes estiverem se comportando de maneira estranha.

Após uma análise detalhada dos sinais apresentados, é altamente provável que o dispositivo esteja infectado por spyware. Recomenda-se adquirir medidas imediatas para removê-lo e fortalecer a segurança do sistema, a fim de proteger a privacidade e evitar danos adicionais.


Como se Proteger


Proteger-se de spyware é uma das diversas preocupações no atual mundo digital. Para que o dispositivo fique protegido contra spyware, é necessário colocar em prática as medidas abaixo:

  • Mantenha seu sistema operacional e aplicativos atualizados: As atualizações frequentes geralmente incluem correções de segurança que irão assegurar o dispositivo contra ameaças, dentre eles, o spyware.

  • Utilize um programa confiável de antivírus e antimalware: Programas como antivírus e antimalware quando instalados e atualizados no dispositivo, podem detectar e remover spyware, além de fornecer proteção em tempo real contra ameaças em potencial.

  • Desconfie de comportamentos estranhos do dispositivo: Se o seu dispositivo apresentar comportamentos incomuns, como lentidão, pop-ups persistentes, consumo excessivo de dados ou travamentos consecutivos, é sinal de que foi infectado por spyware. Nesse caso, execute uma verificação completa do sistema com seu software antivírus e antimalware.

  • Seja cauteloso com links, anexos de e-mail e informações pessoais: Evite clicar em links suspeitos, abrir anexos de e-mails que são de remetentes desconhecidos. Informações pessoais compartilhadas em sites não confiáveis ou por meio de mensagens não criptografadas, também devem ser evitadas. O spyware além de facilmente distribuído por meio de phishing por e-mail, é usado para roubar informações confidenciais.

  • Não clique em anúncios duvidosos: Anúncios em sites não confiáveis podem redirecioná-lo para sites perigosos que infectam o seu dispositivo com spyware. Portanto, evite clicar em anúncios provenientes de sites que não conheça.

  • Disponha de uma conexão segura com a internet: Não faça uso das redes Wi-Fi públicas não seguras, pois elas são vulneráveis a ataques de spyware. Prefira redes Wi-Fi que ofereçam segurança no acesso à internet e use uma conexão VPN (rede virtual privada) para criptografar sua conexão e preservar os dados.

  • Tenha cuidado ao baixar arquivos e aplicativos: Baixe arquivos e aplicativos apenas de fontes confiáveis, como lojas oficiais de aplicativos. Evite sites suspeitos e verifique se os aplicativos têm boas avaliações e comentários antes de instalá-los.

Lembre-se de que nenhuma medida de segurança é 100% infalível. Isto posto, é importante ter boas práticas de segurança digital e estar atento toda vez que usar dispositivos conectados à internet.


Para concluir, o spyware é uma forma sorrateira de malware que visa obter informações confidenciais e dados pessoais de forma oculta e ilícita. Contudo, é possível se proteger contra ele, através de medidas eficazes como o uso de softwares atualizados, evitar não fazer download de conteúdos suspeitos e fontes não confiáveis, e outros. Estando ciente dos riscos e assim, adotar as práticas de segurança, é minimizado significativamente as chances de infecção por spyware.

9 visualizações
bottom of page