top of page
  • CyberX

IoT: como os dispositivos conectados estão comprometendo a privacidade

A Internet das Coisas, mais conhecida pela sigla IoT, Internet of Things, é um conjunto de dispositivos que são interligados pela Internet, de maneira com que dados sejam acedidos, coletados e compartilhados de forma remota.


Fazem parte dos dispositivos IoT os seguintes exemplos:

  • Smartphones;

  • Luzes inteligentes;

  • Sensores de movimento;

  • Aspiradores robóticos;

  • Smart TVs;

  • Termostatos inteligentes;

  • Sistemas de automação residencial;

  • Dispositivos de monitoramento de saúde como medidores de pressão arterial e monitores de sono;

  • Fechaduras inteligentes;

  • Smartwatches;

  • Câmeras de segurança inteligentes.

Ao mesmo tempo que os dispositivos IoT aceleram processos simples do dia-a-dia, trazendo comodidade a vida de quem os usa, cria preocupações acerca da segurança. A união das informações coletadas com os acessos registrados nos dispositivos móveis faz com que a privacidade seja posta em risco, por meio de diversos ataques que os criminosos virtuais podem exercer.


Um dispositivo que possua a tecnologia IoT é capaz de fazer com que um aparelho sem fio (wireless) forneça dados para uma solução digital, semelhante ao que ocorre entre a conexão dos dispositivos na internet, e também comprometa a privacidade do utilizador de várias maneiras, como vulnerabilidades de segurança, monitoramento constante, compartilhamento de dados e falta de transparência. Abaixo, as diferenças de cada um:

  1. Vulnerabilidades de segurança: Nem todos os dispositivos IoT oferecem medidas de proteção apropriadas, facilitando a entrada de invasores ao acederem os dados particulares;

  2. Monitoramento constante: dispositivos IoT podem além de coletar os dados sobre as atividades feitas pelos utilizadores, como também transmiti-los sem que eles fiquem sabendo. Essas atividades podem incluir hábitos de consumo, localizações, e até mesmo trocas de mensagens.

  3. Compartilhamento de dados: os fabricantes dos dispositivos IoT podem compartilhar os dados coletados com desconhecidos (third-parties) sem a autorização do utilizador.

  4. Falta de transparência: diversos dispositivos IoT não concedem noções precisas sobre como funciona a coleta, armazenamento e compartilhamento dos dados, dificultando os utilizadores terem conhecimento de quais métodos de privacidade estão sendo utilizados.

A análise de vulnerabilidades dos dispositivos IoT é essencial para toda a privacidade e segurança do utilizador, incluindo a identificação e avaliação de alguma ameaça que comprometa as informações destes utilizadores.


Os fabricantes de dispositivos IoT também são associados à responsabilidade da segurança e privacidade dos dispositivos, juntamente com as ações de medidas de segurança, transparência de como os dados são coletados e transmitidos, e a disponibilidade de atualizações de segurança.


Para que a privacidade seja preservada ao usar dispositivos IoT são necessárias algumas ações:

  • Mantenha atualizadas as configurações de segurança, bem como as redes de Wi-Fi seguras;

  • Use senhas fortes e únicas e ative a autenticação de dois fatores nos dispositivos;

  • Configure regras de privacidade e segurança dentro do dispositivo IoT;

  • Leia com atenção as políticas de privacidade. Certifique-se de como os seus dados serão usados e compartilhados;

  • Use uma rede privada virtual (VPN) para fazer a conexão remotamente dos dispositivos IoT;

  • Desative funções desnecessárias de monitoramento;

  • Atualize regularmente o firmware do dispositivo IoT. Isso ajuda a corrigir vulnerabilidades de segurança conhecidas;

  • Opte por dispositivos com variadas opções de privacidade;

  • Seja cauteloso com as permissões dadas aos aplicativos que acessam dispositivos IoT;

  • Utilize ferramentas adicionais de segurança, como a criptografia de dados.

A Internet das Coisas mudou a forma como vivemos e trabalhamos, oferecendo uma ampla gama de benefícios. No entanto, ao mesmo tempo em que essa tecnologia avança, também apresenta desafios significativos em termos de privacidade de dados. Com tantos dispositivos coletando e compartilhando informações pessoais, é importante que medidas de segurança e privacidade sejam implementadas para garantir que os dados pessoais dos usuários sejam protegidos. É responsabilidade de todos os envolvidos, desde as empresas até os usuários individuais, garantir que a privacidade dos dados seja respeitada e protegida.

9 visualizações

Posts recentes

Ver tudo

Commentaires


bottom of page